quarta-feira, 15 de julho de 2015

Pregadores de ódio

Ao observarmos alguns pastores [pastores?] atuais, vemos que eles estão pregando ódio contra: primeiro, A PRESIDENTE DA REPÚBLICA. Todavia, se esses pastores [pastores] lessem as ‘cartas paulinas’ [referisse as cartas escritas pelo Apóstolo Paulo, que vão de Romanos a Filemom, somando um total de 13 epístolas] em especial a dirigida a Timóteo, veriam que a orientação de Paulo era que se orasse por todos, principalmente os que estão em posição de líderes, sejam eles bons ou maus (leia, 1 Timóteo 2.1-3). Em segundo, eles (pastores [pastores?]) estão pregando ódio contra OS HOMOSSEXUAIS. Mais uma vez vemos os pastores [pastores?] distanciando-se dos ensinos do Apóstolo Paulo, pois o mesmo ensinou a condenar as práticas pecaminosas, e não as pessoas [leia Romanos 1.18-32 e 1 Coríntios 6.9-11]. Logo, aqueles que cometem atos homossexuais não devem ser odiados. Em síntese, como cristão, devemos amar ao invés de odiar a pessoa homossexual e orar pelo nosso Brasil, em especial pelas autoridades constituídas.