terça-feira, 1 de dezembro de 2015

O ser humano é muito difícil de entender, bastar ter alguma coisa nessa vida para se achar melhor do que os outros. Se for culto, intelectual etc. começa desprezar aquele que não teve a mesma oportunidade que ele, esse precisa saber o que Sócrates disse: “Só sei que nada sei, e o fato de saber isso, me coloca em vantagem sobre aqueles que acham que sabem alguma coisa.” Há aqueles que se acham perfeitos, corretos, sem defeitos, esses precisam ler o que Paulo Freire escreveu: “Somos seres inacabados e inconclusos.”  Outros acham-se super-homem, imortal ou intocável, Todavia, quebrarão a cara quando descobrirem que tudo isso não passa de uma ilusão. O Apóstolo Paulo sabia quem era ao se expressar: “Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte?” Somos totalmente dependentes de Cristo não só nesta vida, “Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens” Apóstolo Paulo. É triste observarmos que as pessoas demoram muito tempo para entender isso. Jesus disse: “sem mim nada podeis fazer.” Até os cabelos de nossas cabeças estão todos contados (Mateus 10.30). Não despreze o seu próximo, muito menos seu irmão, afinal, “Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?” (1 João 4.20).